Gerenciamento de Riscos em Tempos de Pandemia

 

 

 Tem sido um desafio, além do comum, gerenciar pessoas e setores em circunstâncias tão singulares como as que estamos vivendo nos últimos meses. Por um lado, temos as pessoas com o medo do que, até então, é pouco conhecido, temos também os riscos iminentes à saúde e, consequentemente, a insegurança quanto ao dia de amanhã e toda a ansiedade que isso traz. Do outro lado, há toda uma gama de cuidados práticos e absolutamente necessários, a fim de garantir a minimização dos riscos de contágio do novo vírus que temos enfrentado.

Muito embora a saúde mental seja de importância primordial para que todos possam lidar com os desafios que temos enfrentado, a saúde física acaba se tornando nossa prioridade, pois assumimos que a vida humana é o bem de maior valor que possuímos.

Sendo assim, manter-se constantemente informado quanto às medidas de segurança e higiene tem sido um objetivo diário, uma vez que as pesquisas acerca do COVID-19 ainda estão em andamento, tanto em relação aos procedimentos de evitação do contágio, quanto o processo de testes de medicações e produção da vacina.

Desde os cuidados mais simples como o de lavar as mãos de forma mais criteriosa, até a utilização correta dos equipamentos de proteção individual – EPI precisam ser constantemente reforçados, somando a estes outros cuidados de higiene pessoal, paramentação e desparamentação correta, descarte correto de insumos contaminantes, sanitização e ventilação dos ambientes. Cada detalhe precisa ser averiguado diariamente, de forma sistemática, para garantir um ambiente que promova saúde em todos os sentidos.

Há os cuidados de cunho pessoal, que abrange a correta higienização das mãos, utilização e descarte das EPIs, desinfecção das mãos e equipamentos com álcool 70%, entre outros, bem como os cuidados de sanitização e higienização dos ambientes, que incluem a limpeza do piso e superfícies com hipoclorito de sódio, manter os ambientes arejados e organizados de forma a promover o distanciamento social, são algumas das medidas que requerem atenção constante, principalmente dentro de um local onde as pessoas buscam por saúde.

Havendo a compreensão de que cada lugar tem suas particularidades, tanto no quesito humano quanto na sua forma de prestação de serviços, principalmente em saúde, entendemos ser necessário termos um protocolo próprio para a observação destes cuidados, tanto pessoais quanto ambientais, que atendesse de forma pontual e estratégica às necessidades da Bem Viver, priorizando sempre a humanização de todos os processos, mas sendo diligentes no cumprimentos deles.

Todas estas coisas têm sido feitas não porque somos um serviço de saúde que atende pessoas, mas porque somos uma equipe com o propósito de servir pessoas através da promoção da saúde.

Fernanda Z. F. Cella
Subgestora & Responsável Técnica da Bem Viver

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *